Toque de mestre na receita

CZ-receitas-saudaveis-temperos-indispensaveis-D-732x412Temperos são uma ótima maneira de transformar aquele franguinho nosso de cada dia em um prato super legal! Misturar ervas e temperos dá um toque especial não só nas carnes, mas dá para abusar nos recheios de massas, no arroz, nas sopas, molhos e tudo o que a criatividade culinária permitir! Mas é claro que não é fácil misturar os temperos sem ter uma guia, a maioria das ervas não são tão populares, mas dão um resultado bem legal nos seus pratos! Geralmente é questão de experimentar para ter a certeza de que o sabor vai agradar.

1. Manjericão – Erva fina de odor marcante, o manjericão combina muito bem com tomate, berinjela, abobrinha, frango e vitela. Como o calor diminui seu aroma, fica melhor se adicionado no final da receita.

2. Louro – A folha de Louro é um dos componentes do “Bouquet Garni”. O Louro combina com sopas, peixe em geral, carnes, frango e terrines.
Geralmente uma folha basta para aromatizar o prato.

3. Cebolinha – Cortada em pequenas rodelas a cebolinha realça as saladas, os ovos e as omeletes, o queijo branco e os molhos. A cebolinha ajuda também na decoração de pratos.
A cebolinha faz parte das ervas finas junto com salsa e estragão

4. Coentro – O coentro é uma das ervas mais usadas no nordeste brasileiro. Possui um perfume incomparável, refrescante e de sabor marcante. Combina muito bem com o peixe, frutos do mar, frango e legumes. Suas sementes são usadas para temperar marinadas.

5. Tomilho – Muito apreciado nas cozinhas européias, o tomilho é um elemento importante do “Bouquet Garni”. Seu perfume lembra a “Provence”, região da França onde é muito encontrado. Combina muito bem com sopas, molhos de tomate, legumes em geral, carnes vermelhas e terrine.

6. Dill – Com o sabor voltado para o anis, ele combina muito bem com peixes em geral, omeletes, batatas, saladas verdes e creme de leite fresco. Suas sementes são usadas para temperar vinagres, marinadas e pepinos em conserva.

7. Erva Doce – As folhas da Erva Doce combinam muito bem com peixes grelhados ou cozidos em papelote. Este tempero fica delicioso servido com grande variedade de carnes como frango, vitela e outras. O seu aroma doce, como o anis, tempera muito bem saladas, molhos e o creme fresco.

8. Alho – O alho é utilizado em todo o mundo. Seu sabor combina muito com carne, peixes e legumes. O alho tem uma utilização muito ampla na culinária nacional.

9. Azedinha – Um tempero muito usado na Europa durante a primavera, pode ser consumida cozida ou crua. Seu sabor ácido da um toque todo especial nas saladas.

10. Raiz-Forte – A raiz-forte é sem dúvida uma erva picante, seu nome já o diz. Utilizada principalmente para realçar maioneses e molhos que acompanham carnes frias. Também é muito usada na culinária japonesa.

11. Manjerona – Considerada indispensável na cozinha mediterrânea, a manjerona combina com carnes, tomates, batata e arroz. Muito parecida com o orégano, a manjerona tem um aroma mais fino do que o seu concorrente, associando-se mais facilmente a outras ervas.

12. Menta – A menta é muito usada na Europa para temperar o cordeiro, ervilha e batatas. Em outras regiões ela é usada em saladas, em sorbet, em chás ou simplesmente misturado com queijo de cabra e pepino, como fazem na Grécia.

13. Orégano – Indispensável no preparo de pizzas, o orégano é o companheiro perfeito do tomate, do pimentão, da berinjela, da abobrinha e das massas. Também combina muito bem com carnes brancas, como a vitela e o peito de frango.

14. Salsa – Conhecida como salsinha, a salsa além de ser decorativa acrescenta cor e sabor aos omeletes, saladas, molhos, purês de batatas, patês e sopas. São encontradas duas variedades da salsa. A salsa crespa, mais decorativa e em forma de buquê, e, a mais comum, a lisa, que é mais aromática e suporta melhor o cozimento.

15. Alecrim – É certamente uma das ervas mais perfumadas, seu aroma se associa muito bem com o cordeiro, o porco, o frango, a vitela e o fígado. Quando usado fresco, pode servir de decoração.

16. Sálvia – A Sálvia serve para perfumar as carnes, principalmente a carne de porco, o coelho e a vitela. Seu sabor, ligeiramente amargo, combina com legumes secos, queijos e lingüiças. Vai muito bem com carnes grelhadas e com molhos.

17. Estragão – Usado no preparo de molhos, pratos com ovos, frango, saladas e sopas. O estragão tem um gosto picante que ajuda a realçar alimentos sem sabor. Muito usado no preparo de vinagres de vinhos brancos.

fonte: http://www.helenice.com

Anúncios

Um comentário sobre “Toque de mestre na receita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s