Cada ambiente com sua lâmpada correta

Quem procura realizar um projeto de iluminação para a casa vai encontrar uma grande variedade de modelos de lâmpadas, mas o difícil é saber qual o produto mais apropriado usar e em qual ambiente. Segundo a professora do CEPDAP (Centro de Educação Profissional de Design, Artes e Profissões), arquiteta e Light Designer Patrícia Passos, acertar na escolha da lâmpada pode fazer toda a diferença na decoração do ambiente.

lampadas

De acordo com a especialista em projetos lumiotécnicos o surgimento de novas tecnologias e produtos proporcionou a possibilidade de aliar economia no consumo de energia e requinte para a decoração. “Atualmente as empresas estão preocupadas em desenvolver produtos sustentáveis que consigam unir o baixo consumo das lâmpadas a uma maior variedade em temperatura de cores.”, afirma Patrícia, que destaca ainda as novidades disponíveis no mercado como as lâmpadas fluorescente de tonalidade amarela, que são uma opção para aqueles que preferem produtos com baixo consumo de energia e ótima reprodução de cor. “Essa é uma opção de lâmpada que pode ser usada em todos os cômodos da casa, pois pode optar pela luz branca e amarela”.

Outra novidade que também virou tendência na maioria dos projetos de iluminação é uso das lâmpadas de LED, que conseguem causar um efeito bem diferenciado para a decoração, além de destacar algum ponto específico como um objeto de decoração, por exemplo. “Para espaços como salas, home-theaters e lavabos, que necessitam de um efeito mais cenográfico e com apelo decorativo, as lâmpadas de LED e as halógenas dicróicas AR-70, emitem fachos de luz fechados e brilhantes que ressaltam a texturas e o volume dos objetos”, esclarece.

A professora ainda dá dicas de quais lâmpadas escolher de acordo com cada cômodo da casa. “No espaço destinado à área de escritório ou de estudo é preciso ter alta intensidade luminosa. Por isso a luz branca ou, também conhecida como luz fria, na temperatura de cor entre 4000 a 6000 kelvins, é a mais apropriada, pois estimula a concentração”.

Já para ambiente de lazer e descanso, como quartos e salas, ela recomenda o uso de lâmpadas de temperatura quente. “A temperatura de cor mais indicada seria entre 2700 a 3000 kelvins. As lâmpadas que possuem esta característica são as incandescentes e halógenas, também conhecidas como luz amarela, além das já mencionadas fluorescentes e os LEDs de tom amarelado”. (fonte: Hagah Casa e Jardim)

Há três tipos de funções de iluminação: ambiente (para espaços de permanência), de destaque (para realçar objetos e formas) e funcional (para estimular a atenção).

As incandescentes, halógenas e leds são indicadas para a iluminação ambiente, em quartos, salas de estar e jantar, por exemplo.

Para iluminação funcional – em cozinhas, áreas de trabalho e lavanderias – o ideal é usar fluorescentes. Sempre prefira as de luz amarelada, com temperatura cromática próxima a 3000K (quanto maior a temperatura, mais branca ou azulada é a luz).

Para a iluminação de destaque, as mais indicadas são as halógenas, que por terem superfície quente devem sempre estar direcionadas para os objetos, nunca para as pessoas. (fonte: http://www.kamimura.com.br)

quarto

iluminacao-decoracao-18

iluminação-indireta.coluna

projeto1

DSC02366

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s