Alimente a paixão

morangosUma comemoração especial a 2 pede um pouco de capricho no cardápio. Que tal dar uma incrementada nas suas receitas com ingredientes que vão despertar a paixão!? Segue uma lista  de ingredientes afrodisíacos mágicos para alegrar seu prato e seu encontro.

  • Alcaçuz: Na antiga China, usava-se o alcaçuz para aumentar o amor e o desejo. Segundo Alan R. Hirsch, MD, diretor de neurologia da Smell and Taste Treatment and Research Foundation, em Chicago, que realizou um estudo sobre como aromas distintos estimulavam a excitação sexual. constatou que o aroma do alcaçuz aumentou em 13% o fluxo sangüíneo para o pênis.
  • Anis: Os antigos gregos e romanos acreditavam que chupar sementes de anis aumentava o desejo. O anis tem compostos estrogênicos (hormônios femininos) que são conhecidos por induzirem efeitos similares aos da testosterona.
  • Cardamomo: Muito aromático. Certas culturas o consideram um afrodisíaco poderoso e também alegam que é benéfico no tratamento da impotência. Rico em eucaliptol, que pode aumentar o fluxo sangüíneo nas áreas em que for aplicado.
  • Gengibre: Há séculos a raiz do gengibre é considerada afrodisíaca por causa de seu aroma e porque ela estimula o sistema circulatório.
  • Manjericão (manjericão-cheiroso): Durante séculos, as pessoas disseram que o manjericão estimulava o impulso sexual e aumentava a fertilidade, além de produzir uma sensação de bem-estar. Dizia-se que o aroma do manjericão deixava os homens agitados – tanto que as mulheres salpicavam os seios com manjericão seco ou em pó. O manjericão é um dos muitos afrodisíacos conhecidos que pode ter a propriedade de melhorar a circulação sangüínea.
  • Noz-moscada: Na China antiga as mulheres consideravam a noz-moscada um poderoso afrodisíaco, e os pesquisadores constataram que ela aumenta o acasalamento em camundongos. Não há indícios que provem que isso aconteça em humanos. Se ingerida em grande quantidade, a noz-moscada pode produzir um efeito alucinógeno.
  • Pimenta: A ingestão de pimenta gera reações fisiológicas no corpo (por ex., transpiração, aumento da freqüência cardíaca e da circulação sangüínea) semelhantes àquelas vivenciadas quando fazemos sexo. A pimenta contém capsaicina que é responsável pelos efeitos além de ser um ótimo analgésico. Outro efeito descrito causado pela ingestão de grandes quantidades de pimenta é uma irritação dos órgãos genitais e da região urinária que causa sensação semelhante à excitação sexual.
  • Aspargos: Com muito folato, vitamina B que aumenta os níveis sanguíneos de histamina, esse alimento ajuda para que você chegue ao orgasmo. Além disso, ele também serve para o aumento da excitação e nos tratamentos contra disfunção erétil.
  • Ostras: Os romanos descreveram as ostras como afrodisíacos no século II d.C. Elas são ricas em zinco, que está associado ao aumento da potência sexual no homem. (Uma outra hipótese é que a ostra se assemelha aos órgãos genitais femininos.). Recentemente, constatou-se que mexilhões, mariscos e ostras contêm ácido D-aspártico, e os compostos de NMDA (N-metil-D-aspartato) podem ser eficazes na liberação de hormônios sexuais como a testosterona e o estrogênio. Os cientistas ainda não determinaram se há quantidade suficiente desses compostos nos frutos do mar para fazer alguma diferença.
  • Peixes com destaque para o esturjão: Se alimentar de peixes como salmão e atum aumenta a produção de ômega-3 e ácidos graxos que elevam as taxas dos hormônios sexuais. Para completar, a utilização de gengibre no preparo da comida pode influenciar na lubrificação da vagina.
  • Ovo de codorna: um mito popular, é um alimento riquíssimo em proteínas, possui grande quantidade de vitamina B1 e B2, ferro, manganês, cobre, fósforo e cálcio, tem baixa taxa de colesterol, mas não possui nenhuma substância que potencialize o apetite sexual. Este mito criou-se em 1963, quando foi lançada uma marchinha carnavalesca que dizia “Eu quero o ovo de codorna para comer/ o meu problema ele tem que resolver!”, o que fez iniciar a fama de ovos de codorna como alimento afrodisíaco, mas nenhum estudo real foi realizado.
  • Amêndoa: fundamental na culinária árabe pois é considerada um dos ingredientes mais sensuais, associada à paixão e à fertilidade.
    Amendoim: outro mito, alimento altamente energético, de alto valor calórico, por ser uma oleaginosa, e contém grande quantidade de vitamina B3, que colabora para a vasodilatação sanguínea, por isso é relacionado ao aumento da libido e do apetite sexual.
  • Morango: devido a sua textura e cor, é considerado um dos alimentos mais afrodisíacos.
  • Pêssego e damasco: são consideradas frutas sensuais principalmente pelo seu perfume, sua cor, sua textura suave e suculenta. O pêssego tem sua origem na China, onde é cultivado há mais de dois mil anos. Segundo o Feng-shui, a cor pêssego estimula os sentidos e o fruto, a luxúria.
  • Romã: Os polifenóis dessa fruta ajudam na circulação sanguínea do corpo, que colabora diretamente para uma boa relação sexual.
  • Chocolate: Associado ao amor e ao romance. É originário das florestas tropicais sul-americanas. Os maias veneravam o cacaueiro e chamavam o cacau de “alimento dos deuses”. Dizem que o imperador asteca Montezuma bebia 50 taças de chocolate todo dia para melhorar sua capacidade sexual. Tribos indígenas da América do Sul, costumavam usar o chocolate para cobrir suas zonas erógenas. Tornavam assim, os beijos mais doces e agradáveis. O chocolate é considerado o alimento de Vênus. Pesquisadores estudaram o chocolate e constataram que contém feniletilamina e serotonina, duas substâncias químicas que causam “bem-estar”. Elas ocorrem naturalmente no corpo e são liberadas pelo cérebro quando estamos felizes ou apaixonados. O chocolate causa a mesma euforia que sentimos quando estamos apaixonados.
  • Mel: Na época medieval, as pessoas tomavam hidromel, uma bebida fermentada feita com mel, para aumentar o desejo sexual. Na antiga Pérsia, os casais bebiam hidromel todos os dias durante um mês (conhecido como o “mês do mel” – ou “lua de mel”) depois que se casavam para que se adaptassem à nova vida e tivessem um casamento bem-sucedido. O mel é rico em vitaminas do complexo B (necessárias para a produção de testosterona) e em boro (que ajuda o corpo a metabolizar e usar o estrogênio). Alguns estudos sugerem que o mel também pode elevar os níveis de testosterona no sangue.

Um bom vinho, champanhe ou sua bebida de preferência para acompanhar! Cpriche na decoração, capriche no visual, capriche na trilha sonora e Divirta-se!

Só lembre de não exagerar nos pratos porque estômago cheio pode atrapalhar seus planos! 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s